O que procuras?

sábado, 12 de maio de 2007

Que foi isto?!


Apesar da delicadeza deste assunto, não resisti partilhá-lo. Cresci com o festival RTP da canção e consequente festival da Eurovisão, confesso que durante a minha infância era um dos climaxes televisivos do ano. No entanto apesar da qualidade duvidosa de alguns vencedores, a selecção dos mesmos era rigorosamente decidida por um júri com conhecimento musical. Se bem que por vezes a representação portuguesa na montra europeia fosse fraca, ao menos tinha-se a consolação de que foi entre nós a menos má. Este ano, tive a infelicidade de ouvir a canção que iria defender a nossa música no nosso continente e desde logo uma profunda desolação e consternação me deturpou a lucidez. Primeiro, acho que o regresso do festival RTP da canção é extremamente benéfico para a incentivação, descoberta e posterior divulgação dos novos compositores portugueses. A música é um dom para quem a pratica e é algo que não está acessível a qualquer cidadão, pois a aprendizagem ou a formação nem sempre resultam. Porém os novos moldes de decisão e votação em que o festival se sustenta não são nada benéficos para a hedoneidade do mesmo, pois ser o público através de SMS a decretar o vencedor é patético. Tudo bem, isto faz parte da nova política televisiva, que se baseia numa maior interacção com os telespectadores para assim cativar e ganhar audiências, mas quais são os critérios?! Não existem, pois o público que vota neste evento também costuma decidir os vencedores dos Reality Shows que inundam o pequeno ecrã nacional. Isto numa estação do estado que presta serviço público é grave! Senhor Nuno Santos, reforço o meu apoio na continuação do festival, mas sejamos sérios, seleccionem um júri capaz e competente senão tornar-se-á inútil a nossa participação na Eurovisão.
Tive a oportunidade de ler a reportagem de Cristiano Pereira no JN e ele refere o seguinte: «...chegou aquela que seria a vencedora do festival Sabrina. Patriota quanto baste, a rapariga avisou logo que gostava muito de bacalhau e de cozido à portuguesa. No bloco de apontamentos do JN ficou escrito: "A canção não é grande espingarda mas aquela bailarina loira de vestido vermelho afigura-se motivo suficiente para receber o voto. Já ganhou". A julgar pelo desfecho da noite, o telespectador terá pensado o mesmo.» e ainda acrescenta «"Dá-me a lua", da TribUrbana, foi, provavelmente, a proposta mais ousada de toda a cerimónia: um dueto em misto de hip-hop e fado com resultado bastante interessante. Não ganhou? É pena. Para a próxima tragam uma bailarina loira num vestido vermelho.»
A canção deste ano foi simplesmente ridícula e não se pode vulgarizar a música. Afinal qual é o nível cultural deste país? Qual a importância da televisão no mesmo? Vejam quinze segundos disto e comentem.

Saudações

RÉUS :
  • Sabrina (sem Salerno)
  • Emanuel
  • Nuno Santos

11 comentários:

Ariadne disse...

Opá, eu nem sei que comentário fazer a isto... Só posso dizer que fiquei boquiaberta quando ouvi no telejornal que a música portuguesa candidata ao festival eurovisão da canção era composta pelo compositor Emanuel... Compositor? Aquele pimba que, segundo fonte próxima, ouve música clássica, jazz e fado em casa, mas dá merda ao povo para ouvir? ... sem comentários...

"Há algo de podre no" território de Portugal.

Saudações*

Hugo disse...

Ao ler o post ainda estava a desculpar o facto de terem escolhido uma musica pimba para nos representar, mas apenas porque achava que a chavala era podre de boa, ou que no minimo andava semi nua, agora assim!!!
O pimba é aquilo que os portugueses querem mostrar lá fora, é pena.Eu n partilho desse gosto pelo emanuelismo-pimbismo.
esta devia ter sido guilhotinada.
saudações

Antero Almeida disse...

Sinceramente não preciso de ver o excerto de 15 segundos p imaginar a porcaria que lá está.Sejamos sinceros e façamos uma retrospectiva do festival da canção:
Dina??!!?? Da Vinci!!??!!etc. o que de melhorzinho lá passou foi Lúcia Moniz e Sara Tavares(ela foi lá não foi?)...
Pq continuamos a ir ao eurofestival envergonhar o país é que não consigo perceber!

Augusto disse...

Isto é realmente patético. Parece a Claudisabel ou a Rute Marlene. Houve uma votação para isto?

Félix disse...

Bem, lá teremos que accionar a Guilhotina. A doce Sabrina será absolvida, pois há por aí muito Karaoke a precisar de animação e carinhas larocas, agora o senhor Emanuel e o director de programas da RTP não escapam. Tragam os cestos

Saudações

Nemesis disse...

Eu tive o desprazer de ouvir a música no momento do festival e sinceramente já nada me admira em relação aos candidatos que Portugal tem enviado para representar o país! Concordo que o modo de votação deve ter ajudado e muito para a decrescente qualidade dos mesmos!
Já agora em que posição ficou a menina no festival?! Não consegui ver até à votação!

Ariadne disse...

Como disseram ontem os rapazes do gato fedorento, a música nem sequer passou à fase em que são atribuídas as votações... Que pena, não tivemos oportunidade de aplaudir o último lugar...

Saudações*

Manuel disse...

Ainda bem que nem sequer passou a fase de apuramento...

Já viram a figura patética que a música nacional faria...

Mas há que ver que estes festivais são concebidos para um determinado tipo de público e que isso hoje em dia é calculado numa lógica de mercado que se está nas tintas para a qualidade da música.

Ainda assim...

Guilhotina para eles todos!

Menina Sabrina faz favor... Zás..!!
Sr. Emmanuel.. a cabecinha aí mesmo...Zás!!
Sr. Director de Programas da RTP... coragem, não dói nada... Zás..!!

Abraço a todos.

Félix disse...

Concordo com isso, caro Manuel, e tal enfurece-me ainda mais, pois mesmo a Eurovisão está podre, com os países vizinhos a votar uns nos outros. É o público que decide. Ao menos que os temas fossem apresentados com música ao vivo interpretada por uma orquestra clássica. Mas nem isso, qualquer dia é tudo em Playback, o Paião lá dizia.

Saudações

Hugo disse...

discordo da guilhotina.É pouco pro emanuel e pra sabrina ou floribela ou puta k a pariu, deveria se fazer esta gente sofrer,no minimo 10 vezes mais do k eles fazem sofrer o orgulho lusitano.
Saudações

Zoran disse...

Dizem que foi esta a cançao escolhida para representar Portugal e os portugueses na Europa mas a mim ninguem me perguntou nada... E a vocês???